Fomos passar um feriado em Buenos Aires e quando fui buscar dicas de bares e restaurantes a grande maioria estava bem desatualizada! Acho que a febre de visitar a cidade deu uma baixada, até porque não é mais tão barato para os brasileiros – alias, não estava nada barato, os preços estavam bem parecidos com os de São Paulo.

Por sorte, uma amiga suuper viajada e cheias de dicas muito cools, a Gabi do Semrumocomgabi,  tinha acabado de ir pra lá visitar um amigo então tinha muitas recomendações que adoramos.

  1. Bar Boticario – adoramos. Em Palermo, todo ambientado como uma antiga farmácia, com um belo bar, um DJ tocando vinil, drinks deliciosos

 

2901c285-1765-464a-90b1-07ff9efd4844a1f6520b-cb4a-483c-a8c4-66498bf45c49

2 – Pony Line – o bar do hotel Four Seasons, na Recoleta. Adoramos! Apesar de ter o estilo de um clube de cavalheiros, ele é super bem frequentado, todas as idades, homens e mulheres, sofás, longes, bancadas, poltronas. Não tirei boas fotos, mas a tábua de frios é maravilhosa. Acabamos só tomando vinho e ficamos com vontade de voltar.

Ao lado tem o restaurante Elena que esta super badalado, vale a pena ir, mas difícil conseguir sem reserva.

IMG_1459

3 – The Library Lounge – Quase um ponto turistico, vale passar no hotel Faena em um dos seus bares ou restaurantes. A decoração toda do Philip Stark é a grande atração, mas esse bar é bem gostoso no friozinho com bons drinks. Fotinho básica da decoração.

IMG_1485

4 – Floreria Atlantico – eleito como um dos 50 melhores bares do mundo, já caiu no gosto dos brasileiros. Alias, foi descoberto.

Você chega por uma floricultura, bem simpática, e no fundo tem uma portinha pra uma escada que chega no bar, todo escuro. Não deixe de fazer reserva, no balcão! A graça esta na equipe de barmans que conversam a noite toda com os clientes enquanto preparam os drinks – tudo inspirado no universo do mar (cardápio, pratos, decoração)

IMG_1525IMG_1514IMG_1521

5 – Isabel Bar – este já é bem conhecido dos brasileiros há um bom tempo e também me recomendaram. Sinceramente, não é muito o meu estilo. Bar meio balada, ao lado do restaurante Casa Cruz, onde todos vão bem arrumados, o atendimento tem ares esnobe e você precisa pagar uma alta consumação para sentar em uma das 10 mesas (comida japonesa) ou uma consumação menor para ficar em pé no bar.

A música vai aumentando aos poucos, ambiente todo escuro e bebida cara. É um bar para ver, ser visto e dançar, bem arrumado. As pessoas chegam bem tarde.

6 – Sheldon – bem ao lado da Plaza Serrano em Palermo, ambiente bem interessante com uma lojinha de discos de vinil junto. As sextas tem bandas.

Outras recomendações que não fomos mas recebi:

Brandon

Victoria Brown

Mishiguene Fayer

Presidente bar

Uptown

 

 

Anúncios