Dicas para Viagem Sonoma /Russian River Valley

19 maio

Eu e meu marido gostamos muito de vinho, e o passeio por vinícolas é algo que sempre costumamos fazer, como vocês já devem ter percebido pelos posts aqui no blog.

A Califórnia possui muitas regiões que produzem vinhos, então teríamos muitas possibilidades (Napa Valley, Sonoma Valley, Russian River Valley, Santa Ynez, Santa Barbara, Montecito, Monterrey e Carmel Valley, etc…). Preferimos focar em Sonoma, Napa e Russian River por fazerem mais sentido para o nosso roteiro.

No primeiro dia fomos direto para o Russian River Valley. É uma região um pouco menos conhecida do que Napa e Sonoma, mas escolhemos visita-la, pois o tipo de vinho que produzem é o que mais nos agrada – brancos e tintos mais suaves. Eles possuem essa característica porque ficam do lado das montanhas que recebe a brisa do mar, e por isso são menos encorpados que os vinhos produzidos em Napa, por exemplo, que fica depois das montanhas e acaba tendo menos influência marítima.

Não fizemos uma mega pesquisa da região antes de ir porque sinceramente não tivemos tempo…para vocês terem ideia reservamos o hotel dessa noite quando estávamos em São Francisco!

Conseguimos a dica de uma vinícola muito legal, a Gary Farrel  de uma amiga nossa que está fazendo MBA em Stanford e gosta muito de vinho também. Começamos por lá, e foi ótimo. Vista linda, vinhos bons (nada magnífico) e uma lareira muito gostosa para o tempo que estava fazendo no dia. Lá pegamos dicas das funcionárias de outras vinícolas na região, quais elas achavam que era o melhor Pinot Noir (nosso vinho favorito e especialidade da região), qual teria um almoço gostoso…foi a melhor coisa que fizemos, pois achei que as dicas foram zero turísticas.

A primeira vinícola que nos recomendaram foi a Arista , que é linda e tem um dos melhores “Pinot’s” da região. Uma dica que acho importante é dividir o tasting se estiverem em 2 pessoas…dá para ter uma idéia do vinho produzido pela vinícola visitada sem ficar bêbado ou gastar uma fortuna, pois cada tasting custa por volta de uns 30 dólares! Em algumas vinícolas quando você compra uma garrafa de vinho eles descontam o preço do tasting, então vale a pena…
A Arista é linda, fazem casamentos lá, e tem uma área bem gostosa para fazer um picnic. Eles não têm restaurante nem um lugar para comprar comidas, então outra dica importante é levar sua comida caso queira fazer um picnic, o que recomendamos, pois não encontramos nenhum restaurante que valesse a pena na região! Minha sugestão se fizerem o mesmo roteiro, é passar na Boudin  antes de sair de São Francisco, comprar um monte de coisas gostosas e seguir para o Russian River Valley!

Saímos da Arista  e fomos para a Hop Kiln , onde falaram que conseguiríamos comer…tem um mercadinho com alguns produtos e dividimos um tasting com paring de queijos. O vinho é bem meia boca, os queijos ok e o mercadinho não tinha muita opção, então novamente, recomendo levarem a comida, pois na maioria das vinícolas dessa região tem lugar para fazer um picnic gostoso.

De lá fomos na Twomey  e adoramos! A funcionária era muito simpática, o lugar bem moderno e com uma vista linda! Ela também nos indicou algumas vinícolas para visitarmos no dia seguinte em Napa Valley, falo sobre elas no próximo post.

Estávamos morrendo de fome, já era final da tarde, e resolvemos fazer um “aljan” (almoço + jantar), dado que não tínhamos almoçado e não daria para esperar até o jantar. Fomos conhecer a vinícola do Coppola . A propriedade é muito legal, tem uma piscina linda que bomba no verão porque tem day use,  restaurante, e um museu mix lojinha do Coppola, com a estátua do Oscar que ele ganhou, a mesa do Poderoso Chefão e outros objetos usados em filmes dele. Vale muito a pena a visita! O almoço/jantar (às 18 hrs!) foi bem gostoso, nada demais mas também não é ruim, e algumas pessoas me disseram que lá também tem hotel, mas olhei no site e não encontrei essa informação…

Outra vinícola que nos recomendaram, mas não conseguimos visitar foi a MacRostie . Descobri que nessa tem um tasting, o Elevated, que tem paring com umas finger foods por 45 dólares por pessoa, somente aos sábados e domingos (não acho que vale!).

Dormimos essa noite em Healdsburg, uma cidade bem pequena e muito fofa…ficamos num Best Western  para fazer uma média com o hotel de Napa Valley (os hotéis nessas 2 regiões são MUITO caros, e com o dólar também caro, complica!), e foi ok. Quarto limpo, banheiro limpo e cama boa!

Passeamos pela cidade à noite e também no outro dia de manhã, antes de seguir para Napa.
Na rua principal (Healdsburg Avenue) ficam os principais hotéis, restaurantes, lojinhas e cafés.
O h2hotel  é bem fofo, e tomamos um café a noite, o restaurante estava animado e cheio de gente jovem. O Hotel Healdsburg  também é muito bonitinho, passamos na frente e deu vontade de ficar lá…

Sonoma

No dia seguinte tomamos café da manhã na Costeaux , uma padaria francesa muito gostosa…vale a pena já comprar algumas coisas aqui para fazer o picnic em Napa, pois de novo não achei q valia a pena almoçar em nenhum lugar, ainda mais porque lá já agendamos um restaurante legal para jantar, e ficaria pesado almoçar e jantar. Na esquina da Plaza Street com a Center Street, de frente para a pracinha, tem uma loja de decoração e coisas de casa que tem uns sorvetes muito bons (não achei o nome dela nem no google)!

Para quem tem/gosta de cachorro, tem uma loja muito fofa na rua principal também, a Fideaux .

Depois seguimos para Napa, que falarei melhor no post seguinte.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: